→ Guia Prático Pra Atravessar Em Concurso Público Em um

31 Mar 2019 10:46
Tags

Back to list of posts

<h1>Dicas Pro Plantio Da Soja</h1>

<p>Quanto mais protegida for a semente, melhor ela vai germinar e expressar o teu potencial eficiente. O tratamento de sementes mira este prop&oacute;sito, por doar uma higieniza&ccedil;&atilde;o e um “banho” de defensivos que livra a semente de pat&oacute;genos no est&aacute;gio inicial da planta. A inocula&ccedil;&atilde;o de bact&eacute;rias &eacute; outra t&eacute;cnica destacada, que ajuda a planta a fixar nitrog&ecirc;nio. Estas estrat&eacute;gias garantem bons resultados no campo e incremento de produtividade.</p>

<p> Os Pa&iacute;ses Angl&oacute;fonos , elas s&atilde;o capazes de encaminhar-se muito al&eacute;m. O tratamento de sementes acontece de modo industrial, durante o tempo que a inocula&ccedil;&atilde;o v&aacute;rias vezes &eacute; feita de forma caseira e manual pelo produtor, pela pr&oacute;pria fazenda. A interessante not&iacute;cia &eacute; que a prosperidade disso passa na profissionaliza&ccedil;&atilde;o e unifica&ccedil;&atilde;o desses processos. Como a inocula&ccedil;&atilde;o &eacute; um recurso leve, a ind&uacute;stria prop&otilde;e retirar essa responsabilidade das m&atilde;os do produtor. Neste novo caminho das sementes inoculadas, quem ficaria com o servi&ccedil;o seriam os sementeiros.</p>

<p>] abrir o saco de sementes, abastecer as plantadeiras e come&ccedil;ar a semear”, diz Fernando Arantes, gerente s&ecirc;nior de Biotecnologia e Tratamento de Sementes da Basf. Como Para Atravessar Em Medicina Em 4 Sugest&otilde;es Simples , os benef&iacute;cios s&atilde;o a diminui&ccedil;&atilde;o de custo, comodidade e ainda aprimorar o recurso. Atualmente, para realizar a inocula&ccedil;&atilde;o caseira, o agricultor deve p&ocirc;r as sementes numa betoneira. A Basf, que est&aacute; se esfor&ccedil;ando para incentivar a profissionaliza&ccedil;&atilde;o da inocula&ccedil;&atilde;o, lan&ccedil;ou em fevereiro desse ano o Granouro, um inoculante que chega ao mercado na safra 2017/2018 exclusivamente pros sementeiros.</p>
<ul>
<li>2013: Mato Grosso do Sul - &Eacute;rika Moura (2&ordm;. Territ&oacute;rio) [52]</li>
<li>Mantenha o ritmo e a motiva&ccedil;&atilde;o</li>
<li>Papel dos agentes de fiscaliza&ccedil;&atilde;o de tr&acirc;nsito.”</li>
<li>15 - Institui&ccedil;&atilde;o Estadual de Campinas (Brasil)</li>
</ul>

<p>Segundo a corpora&ccedil;&atilde;o, o prop&oacute;sito &eacute; que o item seja aplicado durante o procedimento de tratamento industrial da semente, com uma vida &uacute;til no armazenamento de at&eacute; quarenta e cinco dias sem perdas pela particularidade do tratamento. “A semente vem revestida pela quantidade exata, desse jeito o produtor n&atilde;o vai gastar mais com isto. E o principal ponto &eacute; a comodidade de abrir o saco e despejar na plantadeira”, explica Arantes. O sementeiro Valdinei Donato, propriet&aacute;rio da Sementes Camba&iacute;, acredita que essa aproxima&ccedil;&atilde;o entre os sementeiros e as agroind&uacute;strias &eacute; fundamental pra oferecer sementes de melhor caracter&iacute;stica. “N&oacute;s carecemos evoluir com outros produtos e com organiza&ccedil;&otilde;es que tragam o pacote completo, j&aacute; que isto nos deixa mais eficientes como multiplicadores”, declara Donato.</p>

<p>Com intuito aproximado, a Bayer assim como est&aacute; orientando os produtores a respeito da seriedade de comprar uma semente bem tratada e proteger a lavoura pela fase inicial. A multinacional alem&atilde;, pela tecnologia Bayer SeedGrowth, oferece uma solu&ccedil;&atilde;o integrada que une a aplica&ccedil;&atilde;o dos inseticidas, fungicidas e inoculantes, e oferece a op&ccedil;&atilde;o de o produtor ganhar as sementes prontas para o plantio. O que significa TSI? O tratamento de sementes industrial (TSI) &eacute; considerado por profissionais do setor como um caminho sem volta.</p>

<p> Vanessa Romanelli, Cadeirante De 'Viver A Exist&ecirc;ncia': 'Tiro Arte Da Cadeira De Rodas' , consultor de vendas de TSI da Basf, acredita que no futuro este tipo de tecnologia pode at&eacute; ser obrigat&oacute;ria. “At&eacute; por quest&otilde;es ambientais e legislativas isto tem que destinar-se por este caminho”, reitera Lara. Para o produtor, as vantagens s&atilde;o conter despesa com m&atilde;o de obra e ter certeza de que 100% da sementes receberam a dose m&iacute;nima recomendada de defensivos e de forma homog&ecirc;nea. “Fazendo isto o produtor n&atilde;o se exp&otilde;em aos riscos e tem a garantia de que esse tratamento vai conseguir o objetivo final, que &eacute; cuidar a lavoura de pragas e doen&ccedil;as e levar uma inocula&ccedil;&atilde;o maior”, diz Lara. “A chance de ter uma lavoura de grande rendimento &eacute; extenso.</p>

<p>No tempo em que a inocula&ccedil;&atilde;o profissional feita pelas sementeiras n&atilde;o se populariza, o produtor que faz o procedimento na fazenda poder&aacute; acompanhar confiante. A t&eacute;cnica realmente compensa, ainda que seja consumada de modo manual. 0,70 para cada saca de 40 quilos. “&Eacute; um custo muito nanico em compara&ccedil;&atilde;o com a resposta que se tem em termos de arranque, desenvolvimento inicial e fixa&ccedil;&atilde;o de nitrog&ecirc;nio, que &eacute; fundamental pro desenvolvimento da cultura”, declara Arantes.</p>

<p>Pra ele, o Brasil ainda deve avan&ccedil;ar muito no exerc&iacute;cio de inoculantes. Com ades&atilde;o entre 65% e 70% dos produtores de soja, esse mercado ainda tem muito potencial pra desenvolver-se. “Aderir a essa pr&aacute;tica podes levar um benef&iacute;cio bastante s&eacute;rio, que &eacute; aumentar a produtividade”, diz o gerente. Cada fazenda tem uma realidade e, sendo assim, existem in&uacute;meras modalidades de aplica&ccedil;&atilde;o de inoculantes, como aplica&ccedil;&atilde;o no sulco, pela semente ou direto pela plantadeira. V&aacute;rias, segundo Arantes, trazem mais efici&ecirc;ncia e algumas menos, mas o epis&oacute;dio principal &eacute; o produtor reunir essa tecnologia na lavoura, principalmente aqueles agricultores que salvam sementes. Esse &eacute; um trecho da mat&eacute;ria publicada na revista Farming Brasil.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License